Endocrinologia

Apareceu uma dor incômoda nas articulações? Hora de procurar um Ortopedista. Está difícil enxergar? Oftalmologista! E se engordar uns quilinhos? Endocrinologista marcado. Os sintomas costumam indicar o médico que deve ser agendado, mas algumas especialidades podem ir muito além das condições às quais são comumente associadas.

O Endocrinologista é bastante procurado em situações relacionadas ao ganho de peso. Sim, essa é uma das áreas de atuação da especialidade, mas não a única. Diversas outras condições são diagnosticadas e tratadas com acompanhamento do médico Endocrinologista. 

Para começar, é importante entender um pouco mais sobre a Endocrinologia. Essa especialidade cuida do Sistema Endócrino do corpo humano, que é composto pelas glândulas endócrinas. Elas produzem e secretam os hormônios na corrente sanguínea, que são responsáveis pelo controle de diversas funções do ser humano, como metabolismo e desenvolvimento.

O Endocrinologista é o especialista que identifica e trata as deficiências hormonais, que atingem diversas áreas do corpo.

Glândula Tireoide

O primeiro encontro de um paciente com a Endocrinologia é logo no começo da vida, no Teste do Pezinho. Você pode não se lembrar, mas quando era recém-nascido os médicos checaram se você tinha ou não Hipotireoidismo Congênito.

Durante a vida, a glândula tireoide pode apresentar outros problemas, como os que ocorrem em suas funções de produção e liberação de hormônios que regulam o metabolismo: o Hipertireoidismo (a glândula trabalha em excesso) e o Hipotireoidismo (diminuição da produção e secreção dos hormônios).

O aumento de tamanho visível da tireoide ou presença de nódulos (Bócio), cansaço exagerado, alta sensibilidade ao frio ou calor, perda ou ganho de peso sem explicações e alterações no ritmo intestinal são indícios de que alguma coisa pode estar errada com a glândula.

Obesidade (e suas complicações)

Existem diversas causas para a Obesidade, algumas delas hormonais e outras não. O fato é que ela costuma resultar em complicações, como doenças cardiovasculares e a Diabetes (doença endócrina).

Procurar um Endocrinologista em casos de Obesidade é essencial para investigar e tratar a Obesidade, prevenindo outras condições que ela pode acarretar.

Diabetes – a insulina

A Diabetes pode ser desencadeada pela Obesidade, mas também apresenta outras causas. A insulina é um hormônio produzido pelo Pâncreas que tem a função de levar a glicose (‘açúcar’) do sangue para as células. Quando falta insulina, esse sistema passa a funcionar de maneira incorreta causando a Diabetes.

Quem tem Obesidade e histórico familiar da doença precisa acompanhar de perto possíveis alterações. Os exames de rotina também são importantes para acompanhar sinais de Diabetes.

Infância e crescimento                                                                                                      

O crescimento humano acontece, basicamente, por conta de diversos processos hormonais. Se uma criança apresentar sinais de crescimento incomum, tanto para mais quanto para menos, é importante procurar um Endocrinologista. Ele realizará uma busca minuciosa para descobrir a causa do distúrbio e indicar o melhor tratamento.

Distúrbios da Puberdade e da Menstruação

O processo da puberdade altera muito o corpo dos meninos e das meninas. Os distúrbios podem existir quando os sinais acontecem de maneira muito precoce (crianças com oito ou nove anos) ou tardiamente (depois dos 14/15 anos).

Nos meninos, os sinais da puberdade são mudança na voz, o aparecimento de pelos pubianos, o aumento dos testículos, crescimento das mãos e dos pés e ombros alargados. Nas meninas ocorre o crescimento dos seios, primeira menstruação, crescimento do quadril, pés e mãos e pelos pubianos.

Durante toda a vida, as mulheres devem observar possíveis alterações no ciclo menstrual que podem ser causadas por Distúrbios Hormonais.  

Menopausa e Andropausa

A Menopausa atinge todas as mulheres em certa fase da vida (por volta dos 50 anos) e encerra o período fértil feminino. Com o tempo, o corpo deixa de produzir os hormônios estrogênio e a progesterona. Entre os sintomas mais comuns estão ondas de calor, a perda da libido e alterações emocionais.

A Andropausa atinge alguns homens a partir dos 50 anos e é caracterizada pela diminuição dos níveis de testosterona. Diminuição dos testículos, perda de libido, perda de memória e suores noturnos são sintomas da condição.

Nos dois casos, o Endocrinologista deve ser consultado. Ele avalia as taxas e pode indicar como forma de tratamento a reposição hormonal.

Osteoporose

A Osteoporose (ligada muitas vezes ao período pós-menopausa da mulher) também faz parte da gama de trabalho da Endocrinologia. Se você tem histórico familiar ou apresenta sintomas (fraturas ao menor impacto), procure um Endocrinologista.

Doenças da Hipófise e da Glândula Supra-Renal

Os problemas da glândula Hipófise resultam em alguns sintomas: produção de leite fora do período de amamentação, crescimento dos pés e mudanças na estrutura facial. É importante ficar de olho nesses sintomas porque a Hipófise, que fica no cérebro, é responsável por ‘ativar’ várias outras partes do sistema endócrino.

Já as doenças da Glândula Supra-Renal (ligadas aos rins) desencadeiam o surgimento de estrias vermelhas, aumento de pelos no corpo e sintomas ligados ao crescimento das crianças e puberdade precoce.

Rua Brigadeiro Gavião Peixoto, 389

Lapa - São Paulo - SP

CEP: 05078-000

Telefone / WhatsApp
(11) 3643-5833