Geriatria

A Terceira Idade é uma etapa da vida que exige bastante cuidado e atenção com a saúde, principalmente porque costuma ser um fator de risco para muitas doenças severas, crônicas e que não possuem cura. Apesar disso, se engana quem pensa que é muito difícil de se prevenir ou manter a saúde em dia nessa fase.

O processo de envelhecimento provoca uma série de mudanças no nosso corpo e um dos pensamentos mais comuns e perigosos é o equívoco de compreender alguns sintomas – que podem muito bem indicar uma doença – como simples alterações normais que fazem parte do envelhecimento, como acontece com a perda de memória, fadiga, dores no corpo, entre muitos outros. Por isso, um dos passos mais importantes para cuidar da saúde no caso de idosos é sempre manter visitas regulares aos médicos, ainda que não haja sintoma nenhum e que aparentemente esteja tudo bem.

Além do péssimo hábito de desconsiderar ou não dar atenção para sintomas que possam aparecer, é sempre bom lembrar que existem muitas doenças que nas fases iniciais podem não apresentar sintoma algum e assim passarem despercebidas até que já estejam em um estado muito grave. As consultas e exames de rotina podem ajudar a identificar e diagnosticar pequenos problemas antes que eles se tornem, de fato, um grande risco para a saúde.

Quais são as doenças mais comuns?

São várias as doenças que costumam atingir principalmente os idosos. Muitas dessas patologias acontecem inclusive por conta do processo de envelhecimento, como é o caso das doenças ósseas como a Artrite ou a Osteoporose, que podem aparecer por conta do desgaste natural dos ossos. Já outras doenças, como Pneumonia, Diabetes, Pressão Alta, Câncer e até condições que envolvem perda de visão, audição, olfato e dentes, podem apresentar causas distintas, mas ainda assim serem, da mesma forma, muito mais frequentes na terceira idade ou apresentarem muito mais riscos nessa etapa da vida.

Além disso, existem ainda as doenças neurológicas, como o Alzheimer ou o Mal de Parkinson, e doenças cardiovasculares – Infarto, Insuficiência Cardíaca, entre outras – que costumam atingir especialmente idosos e podem evoluir drasticamente quando não há o tratamento necessário.

Qual o Grupo de Risco?

Cada doença pode estar ligada a um fator de risco diferente, além da idade avançada. Existem doenças que podem ser influenciadas por histórico familiar, como Diabetes, ou ainda mesmo por alterações na formação de órgãos, como pode ser o caso de algumas cardiovasculares. Apesar de as causas serem diferentes, porém, existem algumas condições que podem acabar gerando mais riscos, principalmente na terceira idade.

Deve haver ainda mais atenção com pessoas obesas, com má alimentação, sedentárias, fumantes (ou ex-fumantes), com problemas de alcoolismo ou com uma alta taxa de gordura no sangue ou alto colesterol.

No caso de qualquer sintoma ou mesmo em consultas regulares aos médicos, é muito importante ainda que o profissional seja informado sobre essas condições, já que isso pode afetar no diagnóstico ou podem ser necessários exames mais específicos.

Como se prevenir?

A prevenção de doenças na terceira idade está muito ligada aos fatores de risco. Ou seja, nada é mais importante na prevenção do que evitar alguns hábitos não saudáveis, como fumar, manter uma má alimentação, não controlar o colesterol ou taxa de açúcar e não praticar nenhum tipo de exercícios físicos. Ter saúde na terceira idade está diretamente relacionado aos hábitos que se mantém e por isso cuidar da alimentação e praticar exercícios físicos é tão necessário.

Além desses passos, mais uma vez sempre fazer visitas regulares aos médicos, mesmo sem o surgimento de algum sintoma estranho, e procurar manter os exames em dia. Tudo isso pode ajudar a melhorar a qualidade de vida e ainda na passagem de um processo de envelhecimento muito mais tranquilo, saudável e feliz.

Rua Brigadeiro Gavião Peixoto, 389

Lapa - São Paulo - SP

CEP: 05078-000

Telefone principal / WhatsApp
(11) 3643-5833

Telefone alternativo
(11) 3832-9880